Campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos começa na segunda (10) em Natal; veja locais

Campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos começa na segunda (10) em Natal — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi
Campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos começa na segunda (10) em Natal — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

Por g1 RN — A campanha de vacinação contra a raiva (ou antirrábica) para cães e gatos começa nesta segunda-feira (10) em Natal. A imunização acontece até o dia 31 de agosto.

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) vai aplicar a vacina no esquema porta a porta e também no pontos fixos de vacinação distribuídos pela cidade (veja listas abaixo).

📳Participe do canal do g1 RN no WhatsApp

Os bairros em que as vacinas vão acontecer porta a porta são selecionados após análise da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ).

“Estamos iniciando a vacinação porta a porta por bairros que possuem um maior adensamento animal. A intenção é que essa estratégia seja ampliada durante a campanha para os outros locais da cidade”, explicou Jan Pierre Araújo, chefe da UVZ.

O Dia D da campanha acontece no dia 17 de agosto.

Segundo a SMS, devem se vacinar:

A estimativa da SMS é de vacinar pelo menos 80% dos 103.887 animais previstos pela SMS.

Até maio de 2024 foram notificados seis casos de morcegos positivos para o vírus da raiva em Natal. Segundo a SMS, esses animais vivem cada vez mais domiciliados, convivendo mais próximos do homem e consequentemente dos animais de estimação, que estão expostos ao risco de contraírem a doença.

A raiva é uma doença que pode ser transmitida tanto dos animais para o homem, como do homem para os animais. É uma doença infecciosa viral aguda grave e pode ser transmitida pela saliva de animais infectados, principalmente por meio de mordida, arranhões ou lambedura desses animais.

A doença pode levar a morte tanto de animais quanto de humanos, o que reforça a importância da vacinação dos cães e gatos.

“A vacinação contra a raiva é de extrema importância para manter os animais protegidos contra a doença e evitar casos graves que podem levar inclusive à morte e a transmissão para humanos.”, explicou Chilon Batista, secretário de Saúde de Natal.

(de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h)

Zona Norte

Zona Sul

Zona Leste

Zona Oeste