Motorista de transporte por aplicativo decora carro e oferece comidas típicas no São João de Campina Grande

Roberto Alves, motorista de transporte por aplicativo em Campina Grande — Foto: Bruna Couto/g1
Roberto Alves, motorista de transporte por aplicativo em Campina Grande — Foto: Bruna Couto/g1"Uber do Forró" faz a festa de passageiros no São João de Campina Grande — Foto: Bruna Couto/g1Milho cozido e outras comidas típicas nordestinas são oferecidas no "Uber do Forró" — Foto: Bruna Couto/g1

Por g1 PB — Na terra do Maior São João do Mundo, em Campina Grande, Agreste da Paraíba, empresários, autônomos e profissionais de diversas áreas entram no clima da festa para… É o caso de seu Roberto Alves, motorista de transporte por aplicativo que decora o carro e faz a festa de milhares de turistas que passam pela cidade no período junino.

LEIA TAMBÉM:

Roberto trabalha como motorista de transporte por aplicativo há três anos. Ele mora em Campina Grande, e antes de ser motorista era proprietário de uma marmitaria que funcionava em sua própria casa. Junto com a esposa, ele produzia várias marmitas por dia e conseguia se manter financeiramente com o valor arrecadados a partir das vendas do alimento.

Durante da pandemia de Covid-19 o empreendimento precisou ser fechado. A crise financeira fez seu Roberto buscar outras alternativas, como o trabalho de motorista por aplicativo.

Ao g1, o motorista disse que relutou à ideia de “rodar” por aplicativo. Mas, depois de um tempo parado, passou a enxergar o trabalho como um caminho para se reerguer.

E foi partindo dessa necessidade que ele buscou ir além, agregando valor às corridas em datas especiais. No natal, pisca-piscas, pinheirinhos e papais noéis encantam os passageiros. Mas é no São João, época mais esperada pelos nordestinos, que as corridas no carro de Roberto se tornam uma verdadeira experiência imersiva na cultura popular.

Entre junho e julho, seu Roberto deixa o carro cheio de chitas, adereços em palha e até milho verde. A decoração temática ganha ainda mais vida com o repertório escolhido para tocar no som do carro: clássicos de Flávio José, Elba Ramalho e da “tríade” – Rainha do Xaxado (Marinês), Rei do Baião (Luiz Gonzaga) e Rei do Ritmo (Jackson do Pandeiro).

E, segundo seu Roberto, a ideia de decorar o veículo para o São João é também uma forma de declarar o amor que ele sente pelos festejos juninos de Campina Grande.

A iniciativa é até comum em Campina Grande. Afinal, não é difícil ver estabelecimentos comerciais decorados e prontos para os festejos juninos. Mas o que chama mesmo a atenção dos passageiros, no caso de seu Roberto, é o zelo com todo o ambiente. Ele, inclusive, oferece gratuitamente comidas típicas nordestinas nas vésperas de feriados de São João e São Pedro.

A partir da experiência, turistas que visitam Campina Grande e acabam solicitando uma corrida por aplicativo no carro de seu Roberto acabam o contratando para viagens particulares. Em algumas delas, segundo relata o motorista, os passageiros se animam com o forró e ficam bem mais tempo que o definido previamente.

Uma forma também de aumentar a renda. Tanto por quem contrata Roberto para viagens particulares à parte das corridas por aplicativo, como também com a caixinha da gorjeta, enfeitada com chita, onde os passageiros podem dar algum dinheiro a mais que o combinado previamente.

E assim, no clima do São João, Roberto Alves e tantos outros trabalhadores de Campina Grande difundem a cultura nordestina, o Maior São João do Mundo e conseguem, também, adquirir a renda extra tão bem-vinda pelos brasileiros.