Professores da UFCG decidem aderir à greve das instituições federais

Universidade Federal de Campina Grande — Foto: Leonardo Silva/Jornal da Paraíba
Universidade Federal de Campina Grande — Foto: Leonardo Silva/Jornal da Paraíba

Por g1 PB — Professores de todos os sete campus da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) aprovaram em assembleia, na manhã desta quinta-feira (6), a adesão à greve dos institutos federais.

Os docentes devem entrar em greve por tempo indeterminado na próxima segunda-feira (10). Já os servidores técnico-administrativos já estão paralisados desde 11 de março.

A categoria reivindica a reestruturação de carreira e a recomposição salarial e orçamentária. Com a paralisação, os professores pretendem reabrir um canal de diálogo com o governo.

De acordo com a Associação dos Docentes da UFCG (ADUFCG), 81 professores votaram a favor da paralisação e outros 77 contra.

Ao menos, 52 universidades e 79 institutos federais no Brasil estão em greve, de acordo com um levantamento realizado pelo g1.