Neilton Diógenes convida sociedade para assistir o “Chuva de Bala no País de Mossoró”

O deputado estadual Neilton Diógenes (PP) usou a tribuna da Assembleia Legislativa para convidar a sociedade Potiguar para assistir a temporada 2024 do espetáculo “Chuva de Bala no País de Mossoró”. Uma produção que resgata a história de bravura e resistência do povo de Mossoró ao bando do cangaceiro Lampião, destacando-se como um marco na cultura local e estadual.

“A estreia, que acontece hoje (6) a partir das 21h, no adro da Capela de São Vicente e promete emocionar o público com um espetáculo repleto de energia, força e dinamismo. Mossoró, a capital da cultura do Rio Grande do Norte, mais uma vez demonstra sua capacidade de encantar e envolver a todos com suas ricas tradições e expressões artísticas”, disse.

Neilton Diógenes destacou a importância do “Chuva de Bala” não apenas para a cidade de Mossoró, mas para todo o Rio Grande do Norte, em especial a região Oeste. “Este espetáculo é um símbolo de nossa identidade cultural, atraindo espectadores de diversas partes do Brasil e celebrando a rica história e tradição do nosso povo”, ressaltou.

O deputado informou que destinou emenda para contribuir com a realização do evento. “Aproveitamos esta oportunidade para agradecer ao Governo do Estado, na pessoa da professora Fátima Bezerra, nossa Governadora, pelo apoio firmando e pelo compromisso com a cultura potiguar. Também parabenizamos o prefeito Allyson Bezerra pelo seu empenho e dedicação na organização e realização do “Mossoró Cidade Junina”. Seu trabalho incansável e sua visão cultural têm sido fundamentais para o sucesso deste evento que tanto orgulha nosso Estado”, revelou.

O elenco do “Chuva de Bala” é composto por aproximadamente 120 talentosos artistas, entre atores, bailarinos e direção. Este ano, o espetáculo conta com 22 novos talentos selecionados pelo programa “Jovens Talentos” da Prefeitura de Mossoró, além de veteranos como Everton dos Santos, que interpreta o cangaceiro Lampião, e Halefy Brito, que participa pelo terceiro ano consecutivo.

“Este espetáculo é de enorme importância para a classe artística, proporcionando oportunidades de crescimento e reconhecimento, além de promover a valorização da nossa cultura e das nossas tradições”, elogiou ao convocar a sociedade a prestigiar.