Casal de argentinos que mora em motorhome viu carro cair de falésia em Pipa: ‘Estava parado e acelerou’

Carro caiu de falésia em Pipa na madrugada desta quarta-feira — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Carro caiu de falésia em Pipa na madrugada desta quarta-feira — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV CabugiCasal mora em motorhome que estava estacionado no trecho do acidente — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV CabugiCarro caiu da falésia de Pipa nesta quarta — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Por g1 RN — O argentino Julian Martinéz e a mulher dele presenciaram o momento em que o carro caiu da falésia em Pipa, no município de Tibau do Sul (RN), na madrugada desta quarta-feira (5). Segundo eles, o carro parou por alguns minutos no trecho e acelerou em seguida.

A motorista do veículo, uma mulher de 40 anos, foi resgatada com vida. O estado de saúde dela não foi informado até a atualização mais recente desta reportagem.

Julian mora com a mulher em um motorhome que estava estacionado no trecho do Chapadão, onde aconteceu o acidente. Eles foram os primeiros a pedir ajuda para socorrer a vítima.

📳Participe do canal do g1 RN no WhatsApp

Segundo Julian Martinéz, o carro ficou alguns minutos no trecho e fez alguns movimentos, como dar marcha ré, ficar parado e andar para frente. Em determinado momento, a motorista acelerou de vez.

“Ela deu ré, depois ficou parada por uns dois ou três minutos. Aqui e mais atrás. Depois, acelerou”, disse.

O argentino disse que pensou que a motorista queria desviar dos buracos, já que chovia na hora.

“Eu pensei que como havia muita chuva, muito buraco, que ela queria passar rápido para poder estacionar aqui, porque aqui, à noite, vem muita gente. Eu pensei que ela queria passar do buraco”, disse.

O casal viu o acidente após ser alertado pelo próprio cachorro sobre a presença de um veículo no trecho. O acidente aconteceu por volta das 2h20, segundo os bombeiros.

LEIA TAMBÉM

O argentino contou que assim que ele e a mulher viram a queda do veículo do Chapadão logo correram para tentar ajudar.

“É muito feio olhar isso. Minha esposa ficou nervosa, não sabia o que fazer, não tínhamos onde ligar aqui, estava muito escuro, à noite”, disse.

O casal pediu ajuda a amigos brasileiros que moram próximo e eles foram até uma pousada para acionar a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.

Segundo o Tenente Tom Miranda, que participou da operação de resgate, o acesso ao local era complicado, já que as falésias naquele trecho onde ela caiu podem ter 20 metros de altura.

“A gente conseguiu o acesso lateral, pelas pedras. Era muito tortuoso o caminho, realmente o acesso foi o que mais dificultou essa ocorrência. A gente acessou a vítima, e viu que ela estava acordada”, disse.

No local, os militares encontraram a vítima sozinha e fora do veículo, perto das pedras. O veículo, modelo Polo de cor prata, foi arrastado pela maré para dentro da água, segundo a corporação.

Segundo o Tenente Tom Miranda, a vítima “conseguia falar algumas coisas, mas coisas desconexas”.

“Ela não conseguia completar uma frase com sentido. Então a gente conseguiu mandar os materiais por cima das falésias e fez a imobilização, conseguindo retirar pelo mesmo local que a gente entrou”, disse.

A vítima foi retirada do local, atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, em Natal.

As possíveis causas da queda do carro não foram informadas pelo Corpo de Bombeiros, nem pela Polícia Militar. Segundo a PM, a motorista é moradora de Pipa.