Servidores e despachantes do Detran são investigados por adulteração de dados em sistemas e fraude

Operação do MP cumpre mandados no Detran RN — Foto: MPRN/Cedida
Operação do MP cumpre mandados no Detran RN — Foto: MPRN/Cedida

Por g1 RN — O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta terça-feira (4) uma operação que investiga a atuação de uma suposta associação criminosa formada para adulterar dados nos sistemas internos do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e cometer fraudes.

Servidores públicos e despachantes que atuam na autarquia são investigados.

A operação Password cumpre mandados de busca e apreensão nas cidades de Natal, Mossoró, Parnamirim, Ceará-Mirim e Assu, além de Manaus, no Amazonas. A ação conta com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Amazonas.

Entre os alvos das buscas, está a sede do Detran, na capital potiguar, além escritórios e residencias das pessoas investigadas.

Promotores de Justiça, servidores do MPRN e policiais militares participam da ação. Segundo o MP, mais informações sobre a ação devem ser divulgadas ao longo desta terça (4).