Contagem de votos na Índia mostra que aliança de Modi deve ter maioria

Mulher vota em segunda fase da eleição na Índia em Barmer, Rajasthan
 26/4/2024   REUTERS/Adnan Abidi
© REUTERS/Adnan Abidi

Por Agência Brasil — A aliança do primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, está conquistando a maioria dos assentos na metade da apuração das eleições gerais, nesta terça-feira (4). Os números, no entanto, estão muito aquém da vitória esmagadora prevista nas pesquisas de boca de urna, informaram canais de TV.

O Partido do Povo Indiano (BJP), de Modi, está abaixo de sua própria maioria no Parlamento de 543 membros, segundo as pesquisas. O fato de ter que depender de aliados para formar o governo poderia introduzir alguma incerteza na formulação de políticas, depois que Modi governou com autoridade na última década.

O BJP, nacionalista hindu, conquistou maioria própria quando chegou ao poder em 2014, encerrando a era de governos de coalizões instáveis na Índia, e repetiu o feito em 2019.

A perspectiva de Modi ter que contar com aliados assustou os mercados, levando as ações a cair vertiginosamente.

A rúpia também caiu acentuadamente em relação ao dólar e os rendimentos dos títulos de referência subiram.

“Uma vitória mais apertada do que o esperado para a aliança de Modi pode levantar dúvidas sobre a capacidade do novo governo de levar adiante reformas politicamente difíceis, consideradas cruciais para sustentar o crescimento econômico da Índia, que já é o mais rápido do mundo”, disse Vasu Menon, diretor-gerente de Estratégia de Investimentos do OCBC em Singapura.

“Apesar disso, o fato é que a aliança liderada pelo BJP ainda deve ganhar um terceiro mandato, o que significa a continuidade da infraestrutura do governo e da iniciativa liderada pela indústria para impulsionar o crescimento econômico.”

É provável que os resultados completos sejam divulgados ainda hoje.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.