Terminal Marítimo de Fortaleza recebe nome em homenagem a Belchior

O cantor Belchior nasceu em Sobral, no Ceará. Algumas de suas canções estão entre as mais importantes da música popular brasileira Reprodução

Por Agência SenadoO Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Fortaleza passa a partir de hoje a homenagear o cantor cearense Belchior. O presidente Lula sancionou a lei que denomina o local como Antônio Carlos Belchior (Lei 14.853, de 2024). O texto foi publicado na edição desta sexta-feira (10) do Diário Oficial da União (DOU).

A homenagem teve origem no PL 771/2022, do deputado federal Leônidas Cristino (PDT-CE), e, no Senado, recebeu parecer favorável do senador Cid Gomes (PSB-CE) durante a análise na Comissão de Infraestrutura (CI).

Nascido em Sobral (CE), em 26 de outubro de 1946, o cantor morreu em 2017, aos 70 anos, mas suas músicas, muitas delas gravadas nos anos 1970, fazem sucesso até hoje, mesmo entre o público jovem. 

Sua composição “Como nossos pais” foi considerada uma das 100 maiores músicas brasileiras pela revista Rolling Stone Brasil. Outras músicas, destacou Cid Gomes no parecer, conquistaram corações e mentes de várias gerações, transformando-o em uma voz única e inconfundível. 

“Seu estilo eclético estabelece um diálogo entre a música tradicional nordestina, a MPB, o rock e o folk, do qual resulta uma sonoridade que ressoa com a diversidade e riqueza cultural do Brasil”, escreveu Cid.