Câmara entrega Prêmio Mulheres na Ciência 2024 na quarta-feira

Educação - geral - laboratório ciências escolas mulher cientista
Premiação é concedida a mulheres que se destacam na área científica - Isabelle Saldana/Intel Free Press

Por Câmara dos Deputados — A Câmara dos Deputados realiza a cerimônia de entrega do prêmio “Mulheres na Ciência Amélia Império Hamburger 2024” na quarta-feira (15), às 16 horas, no Salão Nobre.

Em sua terceira edição, a premiação é concedida anualmente a três cientistas que se destacam por suas contribuições para a pesquisa científica nas áreas de ciências exatas, naturais e humanas. A iniciativa também busca incentivar a formação de mais mulheres cientistas.

Agraciadas
As escolhidas deste ano são:
– a secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente do Ministério da Saúde, Ethel Leonor Noia Maciel, considerada uma das principais personalidades científicas brasileiras na atualidade;
– a biomédica Lair Guerra Macedo Rodrigues (in memoriam), falecida em 2024, pioneira na luta contra as infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) e a Aids no Brasil; e
– a cientista da computação, filósofa e professora da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Nara Martini Bigolin, pioneira na luta pela igualdade de gênero em olimpíadas de conhecimento na área de Exatas e responsável pela incorporação da Ciência da Computação no currículo de educação básica pública no Brasil.

As premiadas foram escolhidas pelo conselho deliberativo formado pela 2ª secretária, deputada Maria do Rosário (PT-RS); pela presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, deputada Ana Pimentel (PT-MG); pela presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Inovação, deputada Nely Aquino (Pode-MG); e por um representante de cada partido político com assento na Câmara dos Deputados, indicado pelo respectivo líder.

Amélia Império Hamburger
O nome dado ao prêmio é uma homenagem a Amélia Império Hamburger (1932-2011), cientista pioneira no Brasil que se destacou por importantes contribuições em diversas áreas da Física.

Amélia foi professora no Instituto de Física da Universidade de São Paulo por mais de 40 anos e participou da criação da Sociedade Brasileira de Física.

Da Redação – MO
Com informações da Assessoria de Imprensa da Câmara dos Deputados