Trabalho de juízes e de outras autoridades pode ser considerado de risco

Por Agência Senado — O Plenário aprovou na quarta-feira (9) projeto que classifica como de risco a atividade de integrantes do Judiciário e do Ministério Público (PL 4.015/2023). Os senadores modificaram o texto da Câmara e estenderam o mesmo tratamento a oficiais de justiça, advogados públicos, policiais legislativos e judiciais. Os crimes de homicídio e lesão corporal cometidos contra tais autoridades terão penas mais rigorosas. Por causa das mudanças, o texto será analisado novamente pelos deputados.