Viagens intermunicipais são suspensas por causa de interdição da BR-304; veja quais

Clientes em guichê na Rodoviária de Natal, na manhã desta segunda (1) — Foto: Layssa Vilela/Inter TV Cabugi
Clientes em guichê na Rodoviária de Natal, na manhã desta segunda (1) — Foto: Layssa Vilela/Inter TV CabugiCratera aberta na BR-304, após destruição de ponte na altura do município de Lajes, no RN — Foto: Gustavo Brendo/Inter TV CabugiDestruição deixada por cheia do rio Salgado na BR-304, em Lajes — Foto: Gustavo Brendo/Inter TV CabugiEstrutura da ponte na BR-304 arrastada pela água — Foto: Gustavo Brendo/Inter TV CabugiTrecho da BR-405, em Apodi, com faixa interditada nesta segunda (1) — Foto: PRF/Divulgação

Por g1 RN — A destruição de uma ponte na BR-304, causada pela cheia do rio Ponta de Serra neste domingo (31), em Lajes, gerou suspensão de linhas de ônibus que liga Natal a Mossoró e a outras cidades, como Fortaleza.

Na manhã desta segunda-feira (1), na Rodoviária de Natal, a empresa Viação Nordeste anunciou a suspensão de viagens com destino a Mossoró, Lajes, Apodi, Areia Branca e Messias Targino.

No guichê de venda de passagens, os atendentes informaram que a empresa está organizando uma viagem com vias alternativas, mas a rota ainda não foi definida. A previsão é de que essa viagem ocorra à tarde.

Já as viagens pra Fortaleza, durante o dia, realizadas pela empresa Guanabara, seguem os horários normais, fazendo desvio por Ipanguaçu, segundo os atendentes. Na noite de domingo (31), no entanto, as viagens para a capital cearense foram canceladas, e a equipe ainda não sabia, durante a manhã, como funcionaria o serviço na noite desta segunda (1).

Já a empresa Flixbus, que tem vínculo com a Catedral, também suspendeu as viagens para Fortaleza. Funcionários aguardavam um posicionamento da empresa sobre rotas alternativas.

A rodovia corta o Rio Grande do Norte de Leste a Oeste e é a principal via de ligação entre Natal e Mossoró, mas segue interditada, segundo a PRF. Nenhum prazo de reabertura foi informado. Pelo menos 10 municípios da região estavam sem abastecimento de água na manhã desta segunda (1).

Após a redução do nível da água, foi possível ver que a força do rio deslocou guarda-corpos – proteções metálicas instaladas nas laterais da pista – além da própria estrutura da ponte, placas e postes da região.

Empresas de serviços de internet e telefone também tiveram cabeamentos prejudicados e enviaram equipes ao local.

A interdição acontece entre os KM 204 e 206, nos dois sentidos, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A Secretaria de Segurança Pública do Estado (Sesed) divulgou as seguintes opções de rotas para quem trafega pelo local:

Oeste-Natal:

Assu/Vale do Açu-Natal:

Na manhã desta segunda-feira (1), a Polícia Rodoviária Federal também informou a interdição de uma faixa na BR-405, no sentido de Apodi a Mossoró, devido a uma erosão na base da pista, em consequência do rompimento de um açude. Apesar do fluxo mais lento no local, o trânsito flui nos dois sentidos, segundo a corporação.