Mais de 6 mil crianças são retiradas da região russa de Belgorod

A firefighter works to extinguish a burning car following what was said to be Ukrainian forces' shelling in the course of Russia-Ukraine conflict, in Belgorod, Russia December 30, 2023, in this still image taken from video. Russian Emergencies Ministry/Handout via REUTERS ATTENTION EDITORS - THIS IMAGE HAS BEEN SUPPLIED BY A THIRD PARTY. NO RESALES. NO ARCHIVES. MANDATORY CREDIT.
© REUTERS/RUSSIAN EMERGENCIES MINISTRY

Por Agência Brasil — Mais de 6 mil crianças foram retiradas da região russa de Belgorod, na fronteira com a Ucrânia, informou nesta segunda-feira (1º) o governador regional, Viacheslav Gladkov.

“Continuamos a enviar os nossos filhos para outras regiões. Já existem mais de 6 mil crianças em quase 30 regiões da Federação Russa”, escreveu Gladkov no Telegram.

As autoridades de Belgorod, que estimam em mais de 25 o número de mortes na região devido aos ataques ucranianos desde 12 de março, anunciaram planos para retirar cerca de 9 mil crianças para locais mais seguros.

Gladkov também relatou o pagamento de indenizações aos agricultores pelos danos causados por ataques ucranianos.

“Hoje transferimos 400 milhões de rublos (cerca de US$ 4,3 milhões) para 35 produtores agrícolas, que foram prejudicados pelos bombardeios das Forças Armadas Ucranianas”, disse no Telegram.

A Rússia tem relatado quase diariamente, e há vários dias, o abate de drones e mísseis em regiões fronteiriças com a Ucrânia, particularmente em Belgorod, que tem sofrido várias incursões de milícias voluntárias russas que lutam do lado ucraniano.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.