Seif defende inclusão e respeito às pessoas com deficiências

Em discurso, à tribuna, senador Jorge Seif (PL-SC).
Geraldo Magela/Agência Senado

Por Agência Senado — O senador Jorge Seif (PL-SC), em pronunciamento no Plenário nesta quinta-feira (21), defendeu maior conscientização e inclusão das pessoas com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) e Transtorno do Espectro Autista (TEA). Ele condenou qualquer forma de discriminação, mencionando uma denúncia recebida por mensagem. O parlamentar citou a história de um vídeo gravado por um jovem chamado Joaquim, com relatos sobre o sofrimento e os abusos que enfrentou na escola devido a sua condição.

— Joaquim relata deboche, xingamento, arremesso de coisas sobre ele, por conta da sua condição. Ele mostra [sugere] uma cartilha que traz ali uma consciência para as pessoas, as crianças, os adultos entenderem esses problemas. Uma forma de inclusão social e de conscientização, que eles querem primeiro, é serem enxergados pela sociedade. Além de enxergados, terem oportunidade. E, além de oportunidade, serem respeitados — listou.

O parlamentar destacou a importância de iniciativas como a do senador Romário (PL-RJ), que pediu a realização de sessão especial em homenagem ao Dia Internacional da Pessoa com Síndrome de Down, comemorado em 21 de março.

— Não é só uma homenagem aos portadores dessas síndromes, mas é dar visibilidade e voz a milhões de brasileiros que, de alguma forma, têm alguma deficiência, e nem sempre têm condições financeiras, [trazendo] ainda mais sofrimento e desgaste para as famílias. Então, quero parabenizar o senador Romário e também homenagear todas essas pessoas — concluiu.