O discurso aconteceu na praia de Balneário Camboriú, após participação na Marcha para Jesus. — Foto: Reprodução/TV Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, neste sábado (25), que as recentes eleições de presidentes de esquerda na América do Sul – a última ocorreu na Colômbia, com a vitória de Gustavo Petro – devem servir como um alerta ao Brasil. Em discurso na praia de Balneário Camboriú (SC), após participação na Marcha para Jesus, o chefe do Executivo federal comparou o fortalecimento da esquerda no continente a um “trenzinho”.

“As pessoas precisam ser alertadas e convencidas de que, se o Brasil for para o lado da esquerda, nós entraremos num trenzinho que começa pela Venezuela, passa pela Argentina, vai no Chile e agora o penúltimo vagão está sendo a Colômbia”, defendeu o mandatário da República.

Bolsonaro voltou a dizer o “serviço público mais procurado na Colômbia é o da emissão de passaporte”. “Pessoas que já pensam em abandonar o seu país, a exemplo do que aconteceu há 10 anos com a Venezuela”, completou.

Na mesma fala, o presidente ainda comparou Balneário Camboriú a Dubai, nos Emirados Árabes, e deixou um alerta aos apoiadores catarinenses. “Parece que estamos perto de uma Dubai, mas, para perder essa pomposidade, basta uma coisa: pintarem a nossa bandeira de vermelho”, disse. “Não podemos aceitar passivamente aqueles que querem impor a sua vontade sobre nós”, acrescentou.

Com informações do Metrópoles