O deputado estadual Ubaldo Fernandes repercutiu com seguidores das redes sociais sua alegria. — Foto: Divulgação

Nas estradas do Seridó e Trairi, onde cumpria agenda nesta segunda-feira (20), o deputado estadual Ubaldo Fernandes repercutiu com seguidores das redes sociais sua alegria por mais uma pesquisa que o aponta entre os favoritos do cidadão norte-rio-grandense. O parlamentar referia-se à pesquisa de intenção de voto realizada pelo instituto Brâmane, divulgada por volta do meio-dia no Blog do BG, que quis saber dos eleitores potiguares em quem eles pretendem votar, de forma espontânea, e que mostra seu nome na primeira posição, empatado com outros dois pré-candidatos (com 2%).

“Fico muito emocionado em ver que o cidadão norte-rio-grandense está acompanhando nossa atuação. Esses resultados são reflexos desse mandato que tem contribuído significativamente para desenvolver nosso estado e as pessoas estão reconhecendo e querendo nossa continuidade. Com muita humildade, enxergo que temos que seguir nessa linha de articular soluções para a população. Então, nossa resposta para essa demonstração de aprovação é de mais trabalho”, ressalta o parlamentar. O Brâmane entrevistou 2.000 eleitores entre os dias 14 e 17 de junho. Os resultados foram calculados com margem de erro de 2,19% para mais ou para menos e com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob os protocolos RN-03991/2022 e BR-02343/2022.

PESQUISAS ANTERIORES
Na pesquisa Brâmane, divulgada no dia 10 de maio, de forma espontânea, Ubaldo apareceu em 3ª colocação, com 2,3%. O levantamento foi realizado entre os dias 2 e 5 de maio, com 1.500 entrevistados de todas as microrregiões do RN. Os resultados foram calculados com margem de erro de 2,53% para mais ou para menos e com intervalo de confiança de 95%. Foi protocolada na Justiça Eleitoral sob o registro RN-07483/2022. Já o Instituto Item tinha apontado, no dia 23 de maio, em seu primeiro levantamento, registrado no TRE sob número RN 09111/2022, que Ubaldo estava em 2º lugar, com 3,1% das intenções de votos. A empresa ouviu 1.600 pessoas entre os dias 12 e 15 de maio e tem erro amostral de mais ou menos 2,5% e margem de confiabilidade de 95,0%.