O ex-atleta sofreu um traumatismo cranioencefálico grave após acidente de carro na cidade de Cali. — Foto: Reprodução

Por ESPN.com.br — O ex-meio-campista Freddy Rincón morreu nesta quarta-feira (13), aos 55 anos.

O ídolo do Corinthians e da seleção da Colômbia sofreu um traumatismo cranioencefálico grave após se envolver em um acidente de carro durante a madrugada de segunda-feira (11), na cidade de Cali.

O ex-atleta foi levado ao hospital e passou por cirurgia na UTI, mas não resistiu e veio a falecer devido às complicações. O anúncio foi feito no início da madrugada desta quinta (14) por Laureano Quintero, diretor médico da clínica Imbanaco, onde o craque estava internado.

“A clínica Imbanaco, do grupo QuirónSalud, ao lado dos familiares e com toda a autorização, informa que, apesar de todos os esforços de nossas equipes de trabalho, o paciente Freddy Eusebio Rincón Valencia morreu. Queremos expressar nossos sinceros sentimentos de condolência a seus familiares, seus amigos, aos seus chegados, aos seus seguidores de todo o planeta. Nunca haverá forma de expressar o que sentimos ao perder um paciente. Quem quer que seja o paciente”, disse Quintero.

“Nós pedimos a todos, por favor, que que celebrem e enalteçam a vida de Freddy Eusebio. Por todas as alegrias que eles nos deu. Por tudo que ele fez a gente vibrar, muitas vezes. Existem muitos Rincons neste planeta. Obrigado a seu maravilhoso jeito de viver e sua excelência desportiva. Celebremos sua vida, como merece Freddy”.

Aposentado do futebol desde 2004, o ex-meio-campista defendeu grandes clubes no futebol sul-americano e europeu, como Independiente Santa Fe, América de Cali, Palmeiras, Napoli, Real Madrid, Santos e Cruzeiro.

No entanto, ele tem sua imagem sempre associada ao Corinthians, equipe na qual viveu sua melhor fase e pela qual foi multicampeão.

Pela seleção colombiana, Freddy disputou as Copas do Mundo de 1990, 1994 e 1998, destacando-se especialmente nas eliminatórias do Mundial de 1994, quando os cafeteros golearam a Argentina por 5 a 0 em pleno Monumental de Núñez, em Buenos Aires.

> Ler notícias nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e YouTube.
Entre em contato pelo WhatsApp: (84) 99656-9335.