Pedrinho fez história ao comandar o título estadual do primeiro clube do interior no RN. — Foto: Frankie Marcone/NOVO

Por Redação do ge, Natal — O futebol potiguar está de luto. Morreu nesta sexta-feira, em Natal, o ex-técnico Pedrinho Albuquerque, de 67 anos. Ele perdeu a luta que travava contra um câncer na face.

Conhecido pelo temperamento forte e por não ter papas na língua em suas declarações, Pedrinho fez história ao comandar o título estadual do Corintians-RN em 2001, o primeiro de um clube do interior do estado.

Trabalhou ainda no ABC, Alecrim, Potyguar de Currais Novos, Santa Cruz-RN, Globo FC e Potiguar, seu último clube, em 2017. Ainda comandou Treze, Botafogo-PB, Sousa e Paraíba.

O velório será realizado no cemitério Morada da Paz Emaús, a partir das 22h desta sexta-feira. O sepultamento está marcado para as 11h do sábado, no mesmo local. Amigos fazem homenagem em mural online.

Corintians-RN campeão estadual de 2001; Pedrinho (último em pé à direita) comandou equipe em título inédito — Foto: Reprodução