Pronunciamentos foram feitos pelos parlamentares na sessão desta quarta-feira (15) — Foto: João Gilberto

O deputado Vivaldo Costa (PSD) falou de turismo no seu pronunciamento desta quarta-feira (15), no horário destinado aos deputados. Ele se referiu, principalmente, à região Seridó e ao projeto do Geoparque Seridó, que abrange seis municípios: Currais Novos, Cerro Corá, Lagoa Nova, Acari, Carnaúba dos Dantas e Parelhas.

“Unesco indica reconhecimento oficial do Geoparque Seridó”, citou Vivaldo, referindo-se ao projeto executado pelo Governo do Rio Grande do Norte em parceria com a UFRN, na intenção de preservar e garantir o desenvolvimento sustentável em uma área de quase 3 mil quilômetros quadrados com recursos naturais e construções humanas importantes.

A deputada Isolda Dantas (PT) fez um apelo para que os deputados aprovem, na sessão prevista para esta quinta-feira (16), o projeto do Executivo que garante autonomia financeira à UERN. “Uma luta de décadas”, disse a parlamentar, lembrando ser este um projeto exclusivo do Executivo, mas que até hoje nenhum governador se dispôs a garantir a autonomia à Universidade.

Segundo Isolda, a governadora Fátima Bezerra enviou o projeto para aprovação da Assembleia, cumprindo o que havia prometido na campanha. “Durante décadas esperamos que algum governador tivesse coragem de enviar esse projeto”, afirmou Isolda. A deputada ressaltou que a UERN já expediu mais de 50 mil diplomas e precisa de autonomia para gerenciar seu orçamento.

O deputado Jacó Jácome (PSD) reforçou o apoio ao projeto de autonomia financeira da UERN. “Quero antecipar meu voto amplamente favorável, adiantou Jacó, ressaltando que sempre tomou conhecimento dos problemas da universidade pela falta de autonomia. O deputado também adiantou seu posicionamento favorável à aprovação do projeto, que será votado nesta quinta-feira, que garante reposição salarial aos servidores da Saúde”.

“Não há nenhum cidadão que não reconheça que os nossos servidores da Saúde precisam de reposição”. Jacó Jácome afirmou ainda que nesta quinta-feira fará a defesa de projeto de sua autoria para que seja aprovada a inclusão dos direitos animais na grade curricular das escolas públicas, na intenção de reconhecer e valorizar a causa animal. O projeto de sua autoria dispõe sobre direitos e proteção da causa animal.

O deputado Souza (PSB) também reforçou o apoio à aprovação do projeto que garante autonomia financeira à UERN. “Pela importância que a Universidade tem. Nós deputados estamos aqui de passagem, mas a UERN é uma instituição permanente, uma universidade inclusiva”, afirmou o parlamentar. Souza também falou sobre a visita que fez ao município de Grossos, para onde destinou emenda que garantiu aos salineiros artesanais a possibilidade de regulamentar suas atividades através de licenciamento ambiental. “Grossos é o único município brasileiro que ainda tem salina ambiental”.

O deputado disse que nesta terça-feira, com a governadora Fátima Bezerra, o Idema entregou 68 licenças ambientais a salineiros artesanais de Grossos. “Um gesto concreto com os pequenos que agora podem trabalhar em paz”, disse o deputado agradecendo ao Idema e Fapern. Souza informou ainda que nesta solenidade, a governadora assinou Ordem de Serviço para recapeamento da estrada que liga Grossos a Tibau. “Dois municípios com potencial turístico e a governadora teve a sensibilidade de priorizar esse trecho mais crítico”, encerrou o deputado.

A deputada Eudiane Macedo (Republicanos) encerrou o horário dos deputados fazendo um apelo para que a Caern e a Secretaria de Recursos Hídricos do Estado façam, com urgência, um estudo dos locais mais críticos em relação a abastecimento, para que sejam perfurados poços artesianos, tanto na área rural como urbana. “São várias cidades com milhares de famílias passando por privações pela falta de água”, afirmou a deputada.
Segundo Eudiane Macedo, de acordo com dados da Caern, dos 152 municípios sob sua responsabilidade, quase metade está em sistema de rodízio de abastecimento por causa dos baixos índices de chuva. A deputada encerrou o discurso reforçando o apelo ao Governo do Estado na questão do abastecimento. “Que tenha prioridade porque hoje as pessoas passam sede”, concluiu Eudiane Macedo.