Horário destinado às lideranças na sessão plenária híbrida da Assembleia Legislativa desta terça-feira (26). — Foto: Eduardo Maia

Abordando temáticas distintas, os deputados Vivaldo Costa (PSD), Souza (PSB) e Nelter Queiroz (MDB) se pronunciaram no horário destinado às lideranças – durante a sessão plenária híbrida da Assembleia Legislativa do RN desta terça-feira (26).

Em tom conciliador, o deputado Vivaldo Costa foi o primeiro a falar. “Peço uma trégua para que a gente possa enfrentar a pandemia e a seca que estamos passando. Devemos fazer uma concentração de esforços para que a gente possa proteger o agricultor que enfrenta uma seca de ponta a ponta do RN, que continuemos defendendo a vacina. Não podemos criar discursos que criem dúvidas sobre o valor do imunizante”, pediu.

Partindo para outra temática, o deputado Souza (PSB) registrou reunião que teve com a governadora Fátima Bezerra (PT) na qual tratou da necessidade de realização de concurso público para Emater e da publicação do decreto que estabeleceu o Programa de Estímulo de Crédito para Fomento de Atividade no Meio Rural, o Pró-Crédito.

“O programa vai promover qualificação e requalificação para elaboração de projetos de crédito para fomento de atividades produtivas, produção de alimentos saudáveis, ampliando oportunidades no campo. Além de permitir e beneficiar servidores da Emater, que passarão a ser remunerados pela elaboração de cada projeto”, disse o deputado que preside a Frente Parlamentar em Defesa da Agricultura Familiar.

Encerrando as falas no horário destinado às lideranças, o deputado Nelter Queiroz (MDB) reafirmou sua crítica à atuação do Governo do Estado. “Eu abro mão da minha imunidade parlamentar, para ser processado pela governadora para provar que os trabalhadores não andam em moto roubadas. Estou à disposição para provar que a governadora está mentindo para enganar a população”, finalizou.