A parlamentar disse ainda que a UERN abre caminhos para a Liberdade e para a Educação — Foto: Eduardo Maia

A emoção marcou o pronunciamento da deputada Isolda Dantas (PT) ao abrir o ato solene realizado na tarde desta segunda-feira (27), por sua proposição, no plenário da Câmara Municipal de Mossoró, para comemorar os 53 anos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) que transcorre amanhã.

“É muita emoção. Passa um filme na minha cabeça lembrando essa luta em favor da UERN desde os tempos de estudante. Sei no fundo da minha alma o que significa para mim e para os estudantes de hoje. Minha vida foi transformada por esta universidade. Uma história que se consolidou ao longo desse tempo promovendo o desenvolvimento de todo o Rio Grande do Norte. Em todos os 167 municípios do Estado têm estudante desta Universidade”, disse a deputada Isolda.

A parlamentar disse ainda que a UERN abre caminhos para a Liberdade e para a Educação e que os estudantes não precisam apenas entrar na Universidade, mas fazer parte dela, porque a UERN se preocupa com isso. “Sou filha da UERN e hoje uma professora do Rio Grande do Norte formada por esta Universidade. Quem é contra ela é contra Mossoró e o Rio Grande do Norte”, enfatizou a representante da Assembleia Legislativa.

Falaram ainda na solenidade, o presidente da Câmara, vereador Lawrence Amorim e o vice-prefeito de Mossoró João Fernandes de Melo, que também destacaram o papel da Universidade no cenário educacional do Rio Grande do Norte.

Ainda na solenidade foram entregues placas comemorativas a professores, dirigentes e estudantes da UERN. Em nome dos homenageados falou a Reitora eleita e nomeada para o quadriênio 2021-2025, professora Cicília Raquel Maia Leite que destacou que a Universidade é uma máquina realizadora de sonhos. “Vamos continuar fazendo a diferença em um trabalho coletivo” afirmou.

A parlamentar disse ainda que a UERN abre caminhos para a Liberdade e para a Educação — Foto: Eduardo Maia

A história

Criada em 1968 como uma Universidade Municipal, a UERN é hoje uma referência no ensino universitário do Estado, oferecendo 32 cursos de graduação onde estão matriculados cerca de 12 mil alunos, de vários estados, notadamente do Rio Grande do Norte, Ceará e Paraíba distribuídos no Campus Central, em Mossoró e nos campi avançados em Assu, Pau dos Ferros, Patu, Natal, Caicó e Apodi, que foi criado mais recentemente.

A Universidade conta ainda com 11 núcleos de Educação Superior que se localizam em Areia Branca, Apodi, Caraúbas, Umarizal, São Miguel, Alexandria, João Câmara, Touros, Macau, Nova Cruz e Santa Cruz. A cada ano, a Instituição admite cerca de 2,5 mil alunos, distribuídos pelas 90 opções de entrada.

A UERN conta hoje com 32 cursos de graduação, nos quais estão matriculados quase 12 mil alunos e Oferece diversos cursos de pós-graduação, frequentados por mais de mil estudantes, 12 cursos de mestrado (Física, Ciência da Computação, Letras, Ciências Naturais, Educação, Ciências Sociais e Humanas, Saúde e Sociedade, Ensino, Serviço Social e Direitos Sociais, Bioquímica e Biologia Molecular, Profissional em Letras, Planejamento e Dinâmicas Territoriais do Semi-árido), dois cursos de Doutorado (Bioquímica e Biologia Molecular, Letras) além da oferta de dois cursos de Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade, Ginecologia e Obstetrícia e uma Residência Multiprofissional.

Na área de pesquisa, a instituição conta com 64 grupos cadastrados, envolvendo 430 professores-pesquisadores. A UERN é mantida pela Fundação Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – FUERN.