Estupros aconteceram durante pelo menos três anos em Ielmo Marinho. — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi

A Polícia Civil prendeu um homem de 37 anos suspeito de estuprar a própria filha desde que ela tinha 14 anos até completar 17. A prisão aconteceu nesta segunda-feira (20), em Natal.

De acordo com a Polícia Civil, os estupros aconteceram durante três anos e a adolescente engravidou do próprio pai. Ela teve o bebê que atualmente está com 1 ano e 2 meses. Um exame de DNA comprovou a paternidade.

Ao ser preso, o homem disse que as relações sexuais que tinha com a própria filha eram consensuais. Porém, também em depoimento, a vítima disse que era coagida e, inclusive, ameaçada de morte.

Por Sérgio Henrique Santos, Inter TV Cabugi e G1 RN