Sandra Letícia Gonçalves da Silva, de 22 anos, foi encontrada morta, sem roupa, dentro de casa — Foto: Arquivo da família

Por G1 RN — O policial militar suspeito de ter matado a mulher espancada em Pau dos Ferros, no dia 23 de agosto, foi preso nesta segunda-feira (30).

De acordo com a Polícia Civil, ele foi detido na Comunidade Placas, zona rural do município de Luís Gomes, após uma denúncia anônima. A prisão é temporária.

O delegado Andson Rodrigo, da Delegacia Regional de Pau dos Ferros, disse que o inquérito já está em fase de conclusão e que poucas diligências estão pendentes. “Já temos fartos elementos de prova que apontam que a consequência lógica será o indiciamento dele”, disse.

O crime

Sandra Letícia Gonçalves da Silva, de 22 anos, foi encontrada morta dentro de casa no dia 23 de agosto. De acordo com a PM, o corpo da mulher tinha vários hematomas.

Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, por voltas das 4h30 vizinhos entraram em contato com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) informando sobre o caso. Eles contaram que o ouviram o marido dela falar que havia cometido “uma besteira”.

O marido dela, um policial militar que está afastado da PM por problemas psicológicos, fugiu do local do crime.

Os dois moravam juntos na residência, localizada no bairro Paraíso. No momento do crime não havia mais ninguém na casa.