As imagens do protesto foram publicadas por ela mesma na internet e foram replicadas por vários outros perfis — Foto: Reprodução

Por Grande Ponto — A ativista política Camila Georg, identificada nas redes sociais como “Preta Opressora”, viralizou no Instagram nesta quinta-feira (19) ao protestar contra a governadora Fátima Bezerra (PT) e a favor do presidente Jair Bolsonaro enquanto se vacinava contra a Covid-19 na Grande Natal. As imagens do protesto foram publicadas por ela mesma na internet e foram replicadas por vários outros perfis.

Imunizada em uma unidade básica de saúde de Emaús, em Parnamirim, a ativista de 38 anos se vacinou exibindo duas faixas, com as frases “Fátima genocida” e “Viva o SUS é o caralho! Viva Bolsonaro!”. Além disso, ela vestia uma máscara com a foto de Bolsonaro.

Ela recebeu a primeira dose da vacina da Pfizer e agora tem de esperar 12 semanas para completar o ciclo vacinal. Disse que o protesto foi pacífico e que só durou o tempo da imunização dela. “Não fui para tumultuar”, afirma.

A ativista política relatou ao PORTAL DA 98 FM que vem sofrendo ataques desde que postou o protesto nas redes sociais. Ela disse que haters têm ido às redes da filha dela para fazer ameaças.

Assista ao vídeo abaixo: