O suspeito se entregou após uma longa procura da polícia e confessou o crime — Foto: Reprodução/Redes Sociais

POR IG – ÚLTIMO SEGUNDO — A Polícia Militar prendeu um homem suspeito de matar a irmã, na noite desta quinta-feira (13), em Capitão Enéas, Zona Norte de Minas. A motivação do crime teria sido uma disputa por dois cartões de benefícios previdenciários, um do pai e outro da pensão da mãe já falecida, no valor total de R$ 2,3 mil mensais. O crime aconteceu na cidade, na noite anterior. As informações são do jornal Estado de Minas.

Segundo a PM, Carlos Alberto Soares dos Santos, de 58 anos, matou a irmã, Maria Eva Soares dos Santos, de 60, com um tiro de espingarda e golpes de facão no pescoço.

O suspeito se entregou após uma intensa procura da polícia, que contou com a ajuda da 1ª Região da Policia Militar (RPM) de Montes Claros, que disponibilizou diversos veículos e até um helicóptero.

Após a prisão, o suspeito confessou o crime de homicídio, e disse ter sido motivado após sua irmã requerer uma medida protetiva para que ele não fosse mais à casa do pai, e ainda porque ela conseguiu na Justiça a posse dos cartões da aposentadoria e da pensão. Carlos Alberto alegou também que a a vítima teria ameaçado envenenar seus filhos.

Segundo testemunhas, Carlos Alberto era responsável pelo recebimento do benefício. Porém, irmãos teriam identificado que há um certo tempo Carlos Alberto não repassava a quantia ao pai, que vive com dificuldade.