Os trabalhos começaram depois da denúncia da existência de um grupo no WhatsApp — Foto: Reprodução

O Ministério Público de São Paulo cumpre 12 mandados de busca e apreensão na investigação de um grupo suspeito de disseminar, de forma intencional, o vírus HIV.

Os trabalhos começaram depois da denúncia da existência de um grupo no WhatsApp chamado de “Clube do Carimbo” com cerca de 120 membros.

Os promotores dizem que os envolvidos contaminavam as pessoas omitindo que são portadores do vírus ou danificando o preservativo antes da relação sexual.

Os mandados foram cumpridos ontem em São Paulo e no Rio de Janeiro, mas a investigação apura a participação de pessoas de outros estados como Pernambuco e Minas Gerais.

Da BANDNEWS