Governadora do RN escreveu no Twitter que endossa a carta divulgada pelo CONASS. — Foto: Demis Roussus

Após reunião com Fórum dos Governadores e com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra foi ao Twitter nesta terça-feira (2) escrever que endossa a carta divulgada essa semana pelo Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (CONASS) em que defende um toque de recolher nacional para conter a Covid-19.

“Repito: o CONASS tem razão. A hora é, mais do que nunca, de união. O pacto nacional em defesa da vida se impõe. Começando com um toque de recolher em todo o país, associado a medidas mais duras e restritivas”, escreveu a governadora na rede social.

Os secretários estaduais de Saúde divulgaram na última segunda-feira (1º) uma carta aberta à nação em que pedem maior rigor nas medidas de restrição das atividades não essenciais, incluindo restrição total nas localidades onde a ocupação de leitos estiver acima de 85% e houver tendência de elevação no número de casos e óbitos por covid-19.

No documento, os membros do Conass solicitaram a proibição de eventos presenciais como shows, congressos, atividades religiosas, esportivas e similares em todo o país. O conselho também requer a suspensão das aulas presenciais em todos os níveis da educação do país e toque de recolher nacional de segunda a sexta, das 20h até as 6h, e durante os fins de semana. O documento solicita também o fechamento de praias e bares, a adoção de trabalho remoto e o aumento da testagem contra a doença.

Fonte: Portal Grande Ponto