Com a goleada, o Santos se classificou para as semifinais e agora espera pelo vencedor de Boca Jrs x Racing. — Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

Por Alexandre Fernandes, OneFootball — Na Vila Belmiro, o Santos venceu o Grêmio por 4 x 1 e avançou às semifinais da Libertadores. No acumulado, 5 x 2 para o Peixe e classificação muito merecida.

Assim como a partida em Porto Alegre, o Santos foi superior em campo. A diferença é que, em casa, o Peixe marcou forte, enfileirou bolas na rede adversária (com Kaio Jorge duas vezes, Marinho e Laércio) e não deu brecha para qualquer reação tricolor.

O Grêmio, por sua vez, não mostrou nada de positivo. A maior posse de bola se deu porque o time esteve sempre em desvantagem no placar, mas, efetivamente, não resultou em nenhum perigo ao goleiro John. Para piorar, foi a segunda eliminação dolorosa do Tricolor Gaúcho, que, em 2019, levou 5 x 0 do Flamengo.

Como fica

Com a goleada, o Santos se classificou para as semifinais da Libertadores e agora espera pelo vencedor de Boca Jrs x Racing, que ainda estão no jogo de ida das quartas de final.

O Grêmio, por sua vez, precisa se concentrar no Brasileirão, onde está na sexta posição, e na Copa do Brasil, onde enfrenta o São Paulo, pelas semifinais.

Com a goleada, o Santos se classificou para as semifinais e agora espera pelo vencedor de Boca Jrs x Racing. — Foto: Amanda Perobelli/Pool/AFP via Getty Images

O gol mais rápido da história

Com 11,4 segundos de bola rolando, Kaio Jorge aproveitou o erro na saída de bola de Jean Pyerre, driblou Vanderlei e abriu o placar para o Santos.

O gol da nova joia do Peixe não apenas deu tranquilidade ao time como entrou para a história como o mais rápido da história de uma equipe brasileira na Libertadores. Está no Top 5 entre os mais ligeirinhos do torneio.