Apesar da declaração, ele não deixou claro se é favorável ou contrário à obrigatoriedade da vacina — Foto: Michael Melo/Metrópoles

Por Marcos Rocha, Conexão Política — O fundador do Partido Novo, João Amoêdo, foi às redes sociais neste domingo (18) para realizar um comentário em torno da polêmica sobre a vacina contra a Covid-19.

A temática tem sido muito discutida nas redes sociais, sobretudo após a declaração do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que na sexta-feira (16) garantiu que o imunizante será obrigatório aos 45 milhões de paulistas.

Em seu Twitter, Amoêdo afirmou que “A vida em sociedade pressupõe liberdade com responsabilidade. Quem decide não tomar vacinas, que evitam doenças contagiosas, não deveria poder frequentar espaços públicos, ruas, hospitais e escolas. E sim, permanecer isolado até que todos os demais sejam vacinados”.

Apesar da declaração, ele não deixou claro se é favorável ou contrário à obrigatoriedade da vacina.