A solução, que não traz efeitos nocivos às pessoas ou ao meio ambiente — Foto: Reprodução

Pesquisadores da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) desenvolveram uma produto à base de nióbio que desativa o novo coronavírus em diferentes tipos de superfícies. A solução, que não traz efeitos nocivos às pessoas ou ao meio ambiente, pode ser produzida na forma de gel ou líquido spray.

A fórmula se mostrou eficiente para a proteção de superfícies equipamentos e utensílios nos ambientes médico e odontológico, mas também em ambiente doméstico. Os testes foram realizados laboratório e deverá chegar à população em breve.

“Sintetizamos uma forma nova de polioxoniobato com capacidade de gerar espécies de oxigênio que desativam de forma eficiente uma elevada carga do coronavírus. Essas espécies de oxigênio são liberadas no meio ao se deparar com uma bactéria ou um vírus”, contou o professor Luiz Carlos Oliveira.

Oliveira é docente do Departamento de Química do ICEx (Instituto de Ciências Exatas da Universidade Federal de Minas Gerais). “Em testes preliminares, eles apresentaram excelentes propriedades e ações fungicida, bactericida e virucida”, concluiu.