Segundo a parlamentar, uma série de atividades vem sendo desenvolvida ao longo do Agosto Lilás. — Foto: João Gilberto

Em pronunciamento durante a sessão remota da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (12), a deputada Cristiane Dantas (SDD) voltou a abordar a importâncias das ações voltadas à prevenção e proteção das mulheres vítimas de violência doméstica e novamente enalteceu a campanha da Casa Legislativa que trata sobre o assunto. Segundo a parlamentar, uma série de atividades vem sendo desenvolvida ao longo do Agosto Lilás.

“Sabemos que os índices de violência contra a mulher registraram um aumento alarmante durante o período de isolamento social. O tema é sempre atual e a campanha da Assembleia é mais uma ação que busca chamar a atenção da sociedade para que todos façam a sua parte”, disse Cristiane.

A deputada destacou o serviço de atendimento psicológico gratuito que vem sendo oferecido pela Assembleia, até o final do mês, para mulheres vítimas de violência doméstica e também aos agressores. “O atendimento extensivo ao agressor é algo que está inovando o serviço oferecido, buscando compreender também os motivos que levam o agressor ao ato extremo da violência”, ponderou Cristiane.

Na oportunidade, a parlamentar lembrou as ações que já foram desenvolvidas até agora, durante o Agosto Lilás, além das atividades ainda previstas. “Na impossibilidade de reuniões presenciais, temos feito ‘lives’ para debater o assunto, à exemplo da que promovemos no dia 7 de agosto, falando sobre a importância da Lei Maria da Penha, ocasião em que conversamos com representantes da Defensoria Pública e do Instituto Maria da Penha”, afirmou.

Outro debate virtual citado por ela reuniu representantes da Coordenaria Estadual de Violência contra a Mulher e também da Patrulha Maria da Penha. “Além disso, na última sexta a OAB fez o lançamento de uma ouvidoria para o recebimento de denúncias de violência doméstica, outro canal muito importante que agora a vítima passa a contar também”, observou.

Por fim, a deputada Cristiane anunciou que participa, na próxima sexta (14), do lançamento da campanha ‘Sinal Vermelho’, iniciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e da Câmara Federal voltada ao combate da violência doméstica.