Foram investidos mais de R$ 560 mil para a reforma, ampliação e aquisição de equipamentos para a unidade — Foto: ASSECOM/GOVERNO CIDADÃO

Os 16 cooperados do Núcleo de Produtores da Comunidade Chã da Divisão, em Cerro-Corá, estão retomando a produção na unidade de beneficiamento de castanhas na qual atuam. Após a parada causada pela pandemia do novo coronavírus, somente agora, com a retomada gradual e responsável das atividades econômicas, os cooperados puderam voltar à produção. Apesar de ser um retorno gradual da economia, a expectativa é de que a produção, assim como a distribuição, possa voltar à normalidade o mais breve possível.

“Entendemos a necessidade da parada que tivemos e sabemos também da importância de mantermos os cuidados com relação à Covid19. Voltamos na última semana com todos os cuidados necessários, respeitando a distância entre os cooperados, utilizando a máscara, o álcool a 70% e lavando as mãos com frequência”, explicou Marcelino Birico, presidente do núcleo cerro-coraense, pontuando que na última semana foram produzidos 900kg de castanhas cozidas que nesse primeiro momento têm como destino o comércio paraibano. E completou: “Na medida em que a vida for se normalizando, esperamos retomar o comércio no Seridó e no restante do Estado, para voltar às produções que já chegamos a marca das 3,5 toneladas de castanhas por mês”.

Neste empreendimento produtivo de beneficiamento de castanha foram investidos mais de R$ 560 mil pelo Governo do RN, para a reforma, ampliação e aquisição de equipamentos para a unidade. O recurso foi viabilizado pelo acordo de empréstimo junto ao Banco Mundial, a partir do Projeto de Desenvolvimento Sustentável do RN – Governo Cidadão.