Jorginho segurando a taça da Libertadores, conquistada pelo Flamengo em 2019, em Lima, no Peru — Foto: Alexandre Vidal/CRF

Por Coluna do Fla — Jorge Luiz Domingos, mais conhecido como Jorginho, massagista do Flamengo por 40 anos, faleceu nesta segunda-feira (04), no Rio de Janeiro, aos 68 anos de idade. Infectado pelo novo coronavírus, ele estava internado há duas semanas em um hospital na Ilha do Governador e sofreu uma parada cardiorrespiratória no início da tarde. A informação da morte foi comunicada inicialmente pelo jornalista Venê Casagrande, do jornal O Dia.

Jorginho esteve na gloriosa campanha do Flamengo em 1981, ano em que o clube foi campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes, em cima do Liverpool. Ele ainda integrou a comissão técnica da seleção brasileira em 2002, que conquistou o pentacampeonato na Copa do Mundo, disputada na Coreia e no Japão.

Em seu perfil oficial no Twitter, o vice de futebol Marcos Braz se pronunciou sobre o falecimento do massagista: “Vai com Deus“, publicou o dirigente, colocando também uma imagem de Jorginho segurando a taça da Libertadores, conquistada pelo Flamengo em 2019, em Lima, no Peru.