Novos leitos fazem parte da Ação Civil Pública, movida pelo CREMERN, que se encontra em fase de execução — Foto: Divulgação

A abertura de novos leitos de UTI no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, finalmente virou realidade. A boa notícia surge em um momento crucial no controle da pandemia do coronavírus. Os novos leitos fazem parte da Ação Civil Pública, movida pelo Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – CREMERN, que se encontra em fase de execução.

Segundo o Governo do Estado, já estão em funcionamento dez leitos, dos 20 construídos no hospital e que estavam previstos para serem abertos desde 2018. Ainda de acordo com a SESAP, os outros dez leitos de UTI devem ser inaugurados nos próximo 20 dias.

A Ação Civil Pública movida na Justiça Federal pelo CREMERN para que o Governo do Estado crie novos leitos de UTI acontece desde 2013. As tratativas entre o CREMERN e o Governo do Estado na Justiça vem acontecendo através de audiências desde então. Em 2017, depois de mais uma audiência, foi feito um acordo entre o Conselho e a SESAP para contratação dos dez leitos, em Mossoró, junto ao Hospital Wilson Rosado.

“Importante conquista judicial dos médicos e da população do Rio Grande do Norte, coincidindo com um momento de pandemia e extrema necessidade por leitos de UTI”, declarou o presidente do CREMERN, Marcos Lima de Freitas.

O CREMERN também gostaria de agradecer a sociedade civil organizada de Mossoró nesse final para que os leitos de UTIs do Hospital Regional Tarcísio Maia fossem abertos.