Profissionais no Hospital Walfredo Gurgel, maior unidade hospitalar do Rio Grande do Norte — Foto: Cedida

Por Igor Jácome, G1 RN — Com 10 novos casos confirmados nesta quarta-feira (1º) pela Secretaria Estadual de Saúde, o Rio Grande do Norte passou a ter 92 pessoas com o novo coronavírus – Covid-19. Desse total, 34 são profissionais da área da saúde, segundo a pasta. Eles representam 37%, ou seja, mais de um terço do total de pacientes.

De acordo com o boletim da SESAP, 38 pacientes trabalham em áreas diversas, 1 trabalha em contato com animais, 1 é profissional de laboratório e 34 são profissionais de saúde. Outros 18 não tiveram essa informação colhida.

Além dos casos graves, os profissionais de saúde têm prioridade na realização de testes, porque eles podem representar risco de transmissão para outros pacientes, além de impactar na redução da força de trabalho em um momento de crise. A prioridade é recomendada pela Organização Mundial da Saúde.

A maior ocorrência da doença no estado é em indivíduos jovens de 30 a 39 anos (39,13%) – aproximadamente um terço está nessa faixa etária. Outros 15 pacientes têm entre 40 e 49 anos e 15, 50 a 59 anos. Menos de 10 tem mais de 59 anos.

O estado já registrou duas mortes por Covid-19: um professor de química, de 61 anos e um jovem gastrólogo de 23 anos, que morreu em Natal. Até esta terça-feira (31), 82 pacientes tinham testado positivo para a doença.

Ao todo, 11 dos casos suspeitos evoluíram para óbito, segundo a Sesap. Dois foram confirmados, outros três ainda estão em investigação e seis acabaram sendo descartados para a doença.