Brasil não vai à final desde 2005, quando foi superado por 3 a 0 exatamente pelo México na luta pelo título — Foto: Alexandre Loureiro/CBF

Com uma improvável virada no segundo tempo, a Seleção Brasileira está classificada à final do Mundial Sub-17. Após ir ao intervalo perdendo por 2 a 0, a equipe superou a França por 3 a 2, no Bezerrão, no Gama (DF), para delírio dos 13.587 torcedores presentes ao estádio nesta quinta-feira.

Na decisão, marcada para domingo, às 19 horas, a seleção terá pela frente o México, que horas antes derrotou a Holanda na disputa de pênaltis, após empate por 1 a 1. E a partir das 15 horas, as seleções europeias derrotadas nesta quinta-feira vão duelar pelo terceiro lugar.

Três vezes campeão no torneio organizado pela Fifa, com os títulos obtidos em 1997, 1999 e 2003, o Brasil não vai à final desde 2005, quando foi superado por 3 a 0 exatamente pelo México na luta pelo título, no Peru. Agora, então, voltará a disputar a final, depois de vencer os seis jogos que fez na competição.

Na sua campanha, a seleção goleou o Canadá por 4 a 1, bateu a Nova Zelândia por 3 a 0 e depois fechou a primeira fase do torneio derrotando Angola por 2 a 0. Na sequência, a equipe comandada pelo técnico Guilherme Dalla Déa superou o Chile por 3 a 2 nas oitavas de final e eliminou a Itália com um triunfo por 2 a 0 nas quartas. Agora, então, deixou para trás a França, que também havia ganhado os seus cinco jogos anteriores.

Curiosamente, o Brasil nem iria participar do Mundial Sub-17, pois havia fracassado no Sul-Americano da categoria, disputado entre março e abril, sendo eliminado na primeira fase. Mas como o Peru perdeu o direito de organizar a competição, a definição do País como sede permitiu que a seleção disputasse o torneio como equipe anfitriã. E agora terá a chance de ser campeã em casa.