Suspeito empurrou o colega do cavalo após uma discussão. Em seguida, ligou uma motosserra e o golpeou no pescoço, matando a vítima no local — Foto: Divulgação/IML.

Por O Dia — Um homem de 26 anos é suspeito de ter matado um colega de trabalho com uma motosserra em São Joaquim, na Região Serrana de Santa Catarina. Ele foi preso e confessou o crime. O caso aconteceu na manhã de terça-feira em uma área de reflorestamento. A localidade, conhecida como Bentinho, era onde os dois trabalhavam com corte de pinos.

A vítima foi identificada como Luiz Branco Machado, 37.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito empurrou o colega do cavalo, após uma discussão. Em seguida, ligou uma motosserra e o golpeou no pescoço, matando a vítima no local.

O suspeito tentou esconder o corpo de Luiz Branco Machado com palha. Mas, um terceiro colega que trabalhava com os dois estava no local e entrou em contato com o chefe, que acionou a polícia.

O autor do crime tentou se esconder da polícia em uma casa utilizada como alojamento de funcionários, mas foi encontrado e preso em flagrante. Em seguida, ele indicou onde estava o corpo.

Em depoimento à polícia, ele confessou o crime e disse que o colega teria ofendido um familiar seu na véspera. Luiz Branco teria chamado o suspeito de “corno” e “vagabundo”. Também teria ofendido sua mulher. Ainda de acordo com a Polícia Militar, o homem não dormiu durante a noite, o que indica que o crime foi premeditado. Ele deve responder por homicídio qualificado por motivo fútil e ocultação de cadáver.