Evento acontece na sexta-feira (12) e faz parte da programação da campanha Julho Verde — Foto: Divulgação

Após mais uma edição de sucesso realizada em Natal, na semana passada, o Simpósio Multidisciplinar de Cabeça e Cabeça e Pescoço segue para outra cidade do Rio Grande do Norte. A parada agora é em Caicó, região Seridó potiguar que recebe o Simpósio pela primeira vez, nesta sexta-feira (12), no Hospital Regional do Seridó Telecila Freitas Fontes, a partir das 8h. O evento faz parte do Julho Verde – campanha de combate ao câncer de cabeça e pescoço que está em sua 4ª edição.

O foco do Simpósio é qualificar e nortear, da melhor forma possível, todos os profissionais envolvidos na luta contra a doença. Participam deste momento de encontro e aprendizado, médicos, fonoaudiólogos, odontólogos, psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais, nutricionistas, entre outros profissionais da saúde.

Na programação que segue até às 12h, debate em assuntos como “Tratamento e suas repercussões no paciente com câncer de laringe”, que será ministrado pelo Dr. Vinícius Rangel (cirurgião de cabeça e pescoço); a fonoaudióloga Carla Afonso e a psicóloga Flávia Roberta. Também serão debatido os temas “Câncer de Boca: a importância do cuidado precoce” e “Câncer de Pele: lesões e os desafios das reconstruções”, esse último conduzido pela cirurgiã de cabeça e pescoço, Dra. Juliana Fernandes e a psicóloga Flávia.

Inscrições pelo e-mail: [email protected] ou presencial no prédio do Hospital de Oncologia do Seridó.

Programação Julho Verde

Fique por dentro da programação do Julho Verde. No dia 11, tem “Momento Verde” no Hospital Luiz Antônio; dia 19 de julho tem Projeto Serviço Social Informa; dia 20, Caminhada Verde no Parque das Dunas, a partir das 8h; dia 27, Dia Mundial de Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço e no dia 30, Café da Manhã no auditório do Hospital Luiz Antônio, encerrando o Julho Verde.

Sobre a Campanha

O Julho Verde acontece em várias partes do Brasil por meio da SBCCP, a Associação do Câncer de Boca e Garganta (ACBG) e instituições parceiras, que juntas fazem apelo à população para que haja atenção aos primeiros sinais da doença e, que assim, o paciente possa ter mais chances da cura. Mudanças de hábitos, como alimentação saudável, prática de exercícios físicos, ter uma boa higiene pessoal, cuidados com exposição solar, não fumar, consumir bebida alcóolica com moderação e manter relações sexuais com preservativos, podem contribuir e muito para a prevenção do câncer de cabeça e pescoço.

O câncer de cabeça e pescoço são tumores que nascem nas regiões aerodigestivas (amígdalas, boca, bochechas, faringe, gengivas, laringe, língua e seios paranasais). É preciso ter atenção com as feridas na boca ou na pele que não cicatrizam, mau hálito frequente, garganta irritada, dificuldade para mastigar ou engolir e rouquidão por mais de duas semanas. Ao identificar tais sintomas, procure um médico.

Evento acontece na sexta-feira (12) e faz parte da programação da campanha Julho Verde — Foto: Divulgação