Lucicleide Azevedo teve seu TCC publicado na Revista da 2ª Conferência Internacional de Inovação em Saúde — Foto: João Gilberto

A aluna Lucicleide Maria de Azevedo Campelo, formada na pós-graduação em “Planejamento Financeiro” pela Escola da Assembleia, teve seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) publicado na Revista da 2ª Conferência Internacional de Inovação em Saúde. Intitulado “Estudo do Impacto Financeiro nos Custos das Unidades de Terapia Intensiva”, o trabalho da pós-graduada contribuiu para triplicar o faturamento das UTIs do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, durante um ano.

Orientada pelo Professor Dr. Juarez de Paiva, a estudante fez o trabalho em 2015, nas Unidades de Terapia Intensiva do Walfredo Gurgel, organizando todos os prontuários, verificando e corrigindo erros nos processos de faturamento. “Meu objetivo era mostrar o quanto se deixava de receber recursos para as UTIs do Walfredo simplesmente por falta de demonstração, ao Ministério da Saúde, das reais necessidades do hospital”, explicou Lucicleide Campelo.

A aluna corrigiu erros de faturamento, acelerou alguns procedimentos e demonstrou outras possibilidades de faturamento além das diárias das UTIs, como curativos e fisioterapia. “Quando você começa a demonstrar as necessidades da unidade hospitalar, o Ministério da Saúde entende que deve enviar mais recursos. É claro que existe uma verba pré-determinada, mas se você provar que faturou mais, irá receber mais”, disse.

O resultado foi que, após um ano de pesquisa, o trabalho da pós-graduada pela Escola da Assembleia contribuiu para triplicar o faturamento das UTIs do Walfredo Gurgel. “Quando eu cheguei lá, o faturamento era de R$850 mil; depois de um ano, quando fui embora, o faturamento estava em quase R$3 milhões”, revelou.

O diretor da Escola, professor João Maria de Lima, externou a felicidade pelo destaque da aluna e pelo resultado do seu trabalho, que contribuiu para a melhoria dos processos de faturamento do Hospital Walfredo Gurgel, beneficiando inúmeros cidadãos potiguares.

“Fico orgulhoso com o resultado da nossa instituição, que tem formado e capacitado excelentes profissionais, como é o caso da Lucicleide. Um bom profissional precisa estar em constante aperfeiçoamento para aproveitar as oportunidades que surgem no mercado, ampliando a visão e expandindo as perspectivas. Assim terá condições de somar conhecimento à experiência e, com isso, ajudar também a sociedade”, disse João Maria de Lima.