Paula foi acusada de racismo e intolerância religiosa dentro do programa! — Foto: © Divulgação / TV Globo

O ‘Big Brother Brasil 19’ pode não ter sido um grande sucesso de audiência, mas ficou marcado pelas polêmicas declarações de alguns participantes dentro do reality show da Globo. Além das graves acusações contra Paula, que venceu a disputa, outros participantes também estão sendo investigados pela Justiça. Isabella, Maycon e Tereza também fizeram alguns comentários considerados ofensivos por parte do público e estão sendo alvo.

“O programa têm pessoas que pagam ‘pay-per-view’ e ficam com muito conteúdo aberto durante 24 horas. Os outros episódios que vieram para nós para análise, nós entendemos que não iam além da liberdade de expressão. São episódios como o posicionamento de uma pessoa lá acerca da política de cotas. Essa pessoa falou a opinião dela, no caso contrária, mas não se manifestou de forma ofensiva a ninguém. Então, no nosso entendimento, a questão da política de cotas, ser a favor ou contra, ainda está amparado pela liberdade de expressão”, alegou e delegado Gilbert Stivanello, titutal da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (DECRADI).

Em um dos casos, os participantes usaram as expressões ‘denegrir’ e ‘humor negro’: “Tivemos outro episódio que é a questão do vocabulário, hoje em dia palavras como ‘denegrir’ são questionadas, e lógico, se a pessoa quer ter uma fala zelosa, pode usar a palavra ‘desgastar’, ‘depreciar’. Mas, ainda não vejo um crime em a pessoa falar ‘denegrir’. Uma questão que percebo é que incomoda alguns grupos ativistas, mas muitas dessas questões são de liberdade de expressão, de educação, temos vários patamares até que se chegue à questão criminal”.

“No momento há um inquérito policial, havendo a denúncia do Ministério Público, ela estará respondendo a um processo. O elemento que nos faltava era o depoimento da Paula e agora nós pensamos que dê para partir para a conclusão. O inquérito já será conduzido para a Justiça essa semana”, alegou o delegado. Paula, que foi acusada de racismo e intolerância religiosa sobre Rodrigo, assim que saiu do programa, teve que ir na delegacia prestar seu depoimento. O caso continua em andamento.

NOTÍCIAS AO MINUTO