Segundo o candidato do PSL, seu adversário na corrida eleitoral não conseguirá reverter desvantagem apontada por pesquisas (Foto: Wilton Júnior/Estadão Conteúdo)

Reuters – O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, afirmou nesta quarta-feira (17) que já está com a mão na faixa presidencial uma vez que, segundo ele, o adversário na disputa pelo Palácio do Planalto, Fernando Haddad (PT), não conseguirá reverter a desvantagem apontada pelas pesquisas até o dia do segundo turno da eleição presidencial.

Falando a jornalistas após visitar a Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro, Bolsonaro disse ainda que o PT e Haddad estão “apavorados” e “perdidos”, e que ação apresentada pela coligação do petista nesta quarta-feira junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirma o desespero do oponente. A campanha do PT entrou com pedido de apuração de possível abuso de poder econômico pelo adversário pela colocação de outdoors “de forma ilegal pelo Brasil inteiro”.

Líder das pesquisas de intenção de voto, Bolsonaro desconversou quando questionado sobre possível presença em debates na televisão, afirmando que aguarda avaliação na quinta-feira dos médicos responsáveis por seu tratamento após ter sido esfaqueado em um ato de campanha em Juiz de Fora (MG) no mês passado.