Cena da minissérie brasileira “Felizes para Sempre?” - © Reprodução/TV Globo
A atriz Paolla Oliveira, 35, foi eleita a mulher mais sexy do ano pela revista “VIP”, que pertence ao grupo Abril.
A publicação divulgou alguns nomes da sua tradicional lista, incluindo o primeiro lugar, nesta quarta (1º) -o ranking completo poderá ser visto na edição que começa a ser vendida na sexta (3).
Em entrevista ao veículo, a atriz, que deu vida à policial Jeiza na novela “A Força do Querer”, da Globo, diz que “parou de se encaixar em um padrão” que não é seu.
“Tem pessoas que são morenas, outras que vão tentar ficar loiras como a Paolla e não vai ficar bom. É preciso encontrar o que fica melhor em você, e esse é um processo que inclui se gostar mais.”
À publicação, Paolla também falou sobre bebidas e sobremesas favoritas -“doces de crianças, Skittles, minhoquinha com açúcar, dente de vampiro”, segundo ela.
“Adoro [beber], principalmente uísque. Fui para a Escócia aprender mais sobre a bebida. Não sou chegada em drinques porque o que gosto, cerveja, uísque e vinho, não se mistura bem com nada. Ok, gosto também de uma cachacinha.”
Paolla, natural de São Paulo e formada em fisioterapia, é casada com o diretor de TV Rogério Gomes, o Papinha, que é 21 anos mais velho.
Esta é a segunda vez que a artista fica com a primeira posição da lista. Em 2013, quando conquistou o título inédito, Paolla era uma das mocinhas de “Amor à Vida”, trama de Walcyr Carrasco.
Dois anos depois, em 2015, uma cena da minissérie “Felizes Para Sempre?” deixou o lado mocinha da atriz de canto e alvoroçou internautas. De costas, vestindo apenas calcinha e calçando saltos altos, a atriz caminhava em direção a uma varanda –cortinas esvoaçantes deram um toque ainda mais sexy à cena.
Atriz Paolla Oliveira – © Divulgação
OUTRAS POSIÇÕES
Além de Paolla, outras mulheres que fizeram sucesso em 2017 compõem a lista. É o caso da humorista Tatá Werneck, da cantora Karol Conká e da atriz e Gazi Massafera.
A funkeira Anitta, que consolida uma carreira internacional de sucesso e também foi um dos principais nomes do ano, ficou com a décima posição.
Com informações da Folhapress.