Anderson Rodrigues Leitão, de 27 anos, vai responder por homicídio doloso qualificado, furto e ocultação de cadáver

O administrador Anderson Rodrigues Leitão, de 27 anos, que matou a ex-namorada Ana Carolina de Souza Vieira, de 30 anos, vai a júri popular na tarde desta terça-feira (5). O assassinato foi cometido em novembro de 2015, em São Paulo, na residência da vítima.

De acordo com o o jornal ‘O Globo’, a vítima dizia a familiares que se sentia perseguida pelo ex-namorado. No dia do crime, Ana Carolina permitiu que ele subisse em seu apartamento. Em entrevista ao G1, Anderson chegou a confessar que cometeu o assassinato porque não aceitava o fim do namoro. O suspeito disse que esganou a jovem após uma briga.

O réu está sendo acusado de homicídio doloso qualificado, furto e ocultação de cadáver – visto que o corpo da jovem só foi encontrado dois dias após o crime. Além do assassinato, Anderson Leitão furtou 700 dólares, 80 libras, 800 reais, celular e cartão bancário da ex-companheira.

 

veja mais…

goo.gl/xjYtBL