A nova função do WhatsApp pode ser baixada para Android e iOS - (Michael Dantas)
Ainda que seja difícil admitir, todas as pessoas mentem. Quantas vezes você ainda estava em casa e disse para o esposo, namorado, amigo ou “crush” que já estava chegando no local de encontro? Mas, agora ficou mais complicado sustentar essa “mentirinha” para quem utiliza o WhatsApp. Essa semana, após uma atualização no sistema de troca de mensagens, foi liberada uma nova ferramenta – que permite aos contatos da agenda telefônica acompanhar a localização do usuário em tempo real. Complicou né?
Calma, caso você não queira compartilhar sua localização com outros contatos, o usuário tem a opção de autorizar a visualização apenas para contatos específicos ou desativar o serviço no próprio celular. A função possui criptografia de ponta a ponta, permitido ao internauta escolher por quanto tempo o contato poderá rastreá-lo.

Riscos no compartilhamento

Para o mestre em direito constitucional e especialista em crimes cibernéticos Acram Isper, o novo recurso foi copiado da empresa mãe, o Facebook, e foi lançado há dois anos. Os riscos são mínimos, pois o usuário escolhe se compartilha ou não a sua localização.

“Para usar ‘Live Location’ é necessário abrir um bate-papo com uma pessoa ou grupo. Em ‘localização’, no botão de anexar, toque em ‘compartilhar localização ao vivo’. Você pode definir um cronômetro para o tempo em que deseja compartilhar a localização. Além disso, todos os contatos selecionados podem ver onde você está em um mapa em tempo real”, explicou o especialista.

Isper ressaltou ainda que toda ferramenta pode ser utilizada para praticar maldades, porém, grande parte oferece criptografia de ponta a ponta, que garante a privacidade do usuário. Apesar disso, o profissional orienta que os usuários devem ter cautela ao compartilhar sua localização e devem usar somente a ferramenta com pessoas de confiança. “Não é recomendável compartilhar a localização em grupos, principalmente com integrantes desconhecidos”, alerta.

Aplicativo no trabalho

Para a especialista em mídias digitais, Ayane Souza, de 30 anos, o aplicativo tem contribuído para a agilidade e o desenvolvimento de atividades no trabalho. Ela avalia que o WhatsApp cresceu com a expansão do uso dos smartphones e a tecnologia garantiu a possibilidade de comunicação rápida.

“O WhatsApp possui aproximadamente 900 milhões de usuários e essas pessoas utilizam o aplicativo como forma de enviar informações de maneira mais rápida, bem diferente de uma década atrás, em que as pessoas ainda utilizavam SMS, e-mails, MSN e até mesmo o fax [transferência de documentos]. O aplicativo facilitou a vida de muitos profissionais e, por meio dele, agora é possível enviar vários arquivos em diversos formatos”, explicou a especialista.

Fonte: Em Tempo