Ederson não joga desde junho e passou pela fase de quimioterapia (Foto: Gilvan de Souza)
Nesta quarta-feira (11), uma boa notícia para o elenco rubro-negro. O atleta Ederson, que teve tumor no testículo retirado em julho, finalizou uma das fases de recuperação do problema. Na última segunda-feira (9), o camisa 10 do Flamengo passou pela última sessão de quimioterapia e, agora, a expectativa é para o retorno gradual aos treinamentos.
“Dentro da nossa expectativa, ele tem respondido acima da média, tido um resultado extremamente satisfatório, o que nos deixa animados” afirmou o Dr. Marcio Tannure.
“Ederson fez consulta com médico especialista nesta terça e, se tudo correr bem, já na próxima semana esperamos que ele possa retornar aos treinamentos, ainda que de forma gradual”, completou.
O meia não escondeu o alívio e comemorou o passo dado. Sua última partida pelo Flamengo foi contra o Avaí, em junho deste ano.
“Finalmente estou chegando na fase final do tratamento! Fiz a última sessão na segunda. Graças a Deus, estou me sentindo bem. Tanto eu como os médicos estamos otimistas, até pela sensação como estou. Indo tudo bem, sempre positivo”, disse o jogador, que ainda passará por exames no início de novembro.

“O período mais difícil acreditamos que já ficou para trás. Enquanto aguardamos resultados dos exames que serão feitos em novembro, vou dando progressão à minha condição física”, contou.

O camisa 10 demonstrou gratidão aos envolvidos no processo de recuperação.

“Aproveito para agradecer a todos do Flamengo, que estão me apoiando muito. A todos os torcedores, pelas várias mensagens de apoio e carinho que recebi, e à minha família, que me apoiou muito neste período complicado. Não vejo a hora de fazer o que mais gosto, estar com meus companheiros treinando e me preparando para os jogos”, finalizou.