Pré-candidata do PSTU à Presidência da República, Vera Lúcia (Foto: Divulgação)

A pré-candidata do PSTU à Presidência da República, Vera Lúcia, estará em Natal nos dias 10 e 11 de julho, terça e quarta desta semana. Operária sapateira e negra, Vera é uma reconhecida ativista sindical e política de Sergipe. Ela visita a capital potiguar para divulgar o manifesto “UM CHAMADO À REBELIÃO” e para o lançamento das pré-candidaturas estaduais do PSTU, que terá o professor Dário Barbosa como pré-candidato ao governo do RN e a professora Socorro Ribeiro como pré-candidata a vice. Ao Senado, os pré-candidatos são a professora de Ceará-Mirim, Ana Célia Siqueira, e o servidor da saúde em Mossoró, João Morais.

No lançamento que ocorre no dia 11, Vera irá apresentar o manifesto do partido por “Um chamado à rebelião! Um projeto socialista contra a crise capitalista”, cujo objetivo é discutir com os ativistas, nas fábricas, escolas e periferias, a construção de um programa socialista nas eleições de 2018. O manifesto pode ser acessado pelo site http://projetosocialista.com.br/.

Vera Lúcia desembarca em Natal na manhã desta terça-feira (10) e cumpre agenda de entrevistas à imprensa local ao longo do dia. Na quarta-feira (11), a partir das 10 horas, a pré-candidata do PSTU entrega uma carta de compromisso com a saúde pública aos diretores do Sindsaúde/RN, em atividade nas proximidades do Hospital Walfredo Gurgel. Às 13 horas, Vera Lúcia visita operários e operárias de uma fábrica têxtil na região metropolitana de Natal. À noite, a partir das 18h30, ela participa do lançamento das pré-candidaturas do partido no Estado, na sede do PSTU/RN (Rua Princesa Isabel, 749, Cidade Alta).

Natural do sertão pernambucano, Vera tem 50 anos e migrou com parte da família para a periferia de Aracaju, fugindo da seca. Começou a trabalhar como costureira na produção de sapatos aos 19 anos, iniciando aí sua militância sindical. Foi expulsa do PT em 1992 por defender o “Fora Collor” junto com a corrente que daria origem ao PSTU dois anos depois.

O pré-candidato a vice-presidente pelo PSTU é Hertz Dias. Natural da região metropolitana de São Luís (MA), Hertz tem 47 anos e é professor da rede pública. Com atuação destacada no movimento negro, é um dos fundadores do Movimento Hip Hop Militante “Quilombo Brasil”, com várias ramificações pelo país. Hertz também é vocalista do grupo Gíria Vermelha, conhecido por canções de protesto e críticas sociais.

“Estão se desenhando hoje candidaturas do governo Temer e da direita tradicional, com Henrique Meirelles, Rodrigo Maia e Alckmin, além da extrema direita com Bolsonaro. Há também o PT com Lula ou outro indicado por ele, que representam mais da mesma política que nos trouxe desemprego e ataques aos direitos que vivemos hoje. Já candidaturas como a do PSOL, com Guilherme Boulos, não se propõem a ir além do capitalismo. Por isso, estamos apresentando uma proposta nitidamente socialista, que mostre que só os trabalhadores e o povo pobre organizado podem dar uma saída para essa crise”, afirma o presidente nacional do PSTU, José Maria de Almeida, ex-candidato à Presidência nas últimas eleições.