Zenaide Maia com representantes da Marcha da das Margaridas (Foto: Divulgação)

Na tarde desta quarta-feira (04), em Brasília, a deputada federal Zenaide Maia participou de dois importantes momentos. O primeiro, com a vice-presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do RN – FETARN, Ana Aline Morais, onde discutiu sobre a Marcha das Margaridas e mostrou o porquê votou contra o PLN 13 de 2018, que retira recursos da agricultura familiar, do saneamento básico, de hospitais universitários, além da retira de mais de um milhão de reais dos recursos que seriam destinados para o viaduto do Gancho, na BR 101, entre Natal – São Gonçalo do Amarante. “Não sou a favor de um Projeto de Lei que retira recursos de importantes projetos”, garantiu a parlamentar.

Em seguida, a deputada aprovou na Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, como relatora, o Projeto de lei n° 8.779 de 2017, que altera a Lei nº 13.146 de 6 de julho de 2015, para determinar a disponibilização de leitos apropriados para pessoas com deficiência de locomoção ou mobilidade reduzida em hotéis, motéis, albergues, pousadas e assemelhados, além de definir a norma padrão de acessibilidade a ser seguida, e dá outras providências. “Como relatora aprovei o projeto de Lei por entender que é uma necessidade das pessoas com deficiência e também um direito”, disse Zenaide Maia.