O clima de abatimento que se evidenciava no início do jogo durou pouco (Foto: Philippe DESMAZES / AFP)

Quem compareceu a Arena Volgogrado nesta segunda-feira para acompanhar o duelo entre Arábia Saudita e Egito tinha, possivelmente, a expectativa baixa diante do cenário que se apresentava. Com ambas as seleções eliminadas, o clima de abatimento que se evidenciava no início do jogo durou pouco.

Depois que Salah abriu o placar, o VAR se tornou decisivo para marcar dois pênaltis. Apenas na segunda chance, Al-Faraj converteu e empatou. No último minuto Al-Dawsari virou o jogo para 2 a 1 e deu a primeira vitória a sua seleção na Copa do Mundo 2018.

Nem mesmo a partida histórica do goleiro El-Hadary adiantou para os egípcios. O arqueiro, que se tornou o jogador mais velho a disputar uma partida de Copa, apareceu de forma expressiva para defender um dos dois pênaltis. Entretanto, não conseguiu evitar o revés.