Suspeito da morte de Marielle e Anderson é transferido para o Presídio Federal de Mossoró (Foto: Guilherme Cunha/Alerj)

Suspeito de envolvimento na morte da vereadora carioca Marielle Franco, o ex-policial militar Orlando Oliveira de Araújo, conhecido como Orlando Curicica, deixou na manhã desta terça-feira (19), a Penitenciária Laércio da Costa Pelegrino (Bangu I). Ele foi transferido para o Presídio Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

A transferência foi determinada pelo juízo da 5ª Vara Criminal do Rio de Janeiro no dia 14 de maio, a pedido do Ministério Público Estadual (MP). O MP alegou que a transferência é de “grande relevância para o interesse da segurança pública”.

Em inquérito da Delegacia de Homicídios da Capital, Curicica figura como um dos suspeitos de mandar matar Marielle Franco, no dia 14 de março, em uma rua do bairro do Estácio, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. Ele também é apontado pelo MP como principal líder do grupo criminoso conhecido como Milícia de Jacarepaguá.

Da Agência Brasil