Materiais de informática foram apreendidos pela Polícia Federal em operação de combate à pornografia infantil em 5 cidades do RN (Foto: PF/Divulgação)

Pelo menos cinco pessoas foram presas em flagrante na manhã desta terça-feira (19), durante a Operação Innocence, deflagrada pela Polícia Federal em cinco cidades do Rio Grande do Norte. A ação tem objetivo de combater crimes relacionados à pornografia infantil na internet. 60 policiais federais cumprem 12 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal em Natal, Parnamirim, Mossoró, Acari e Apodi.

De acordo com a PF, o inquérito policial que resultou na operação teve início em 2017. Os investigados são suspeitos de compartilhar arquivos envolvendo pornografia infanto-juvenil em redes sociais, armazenar e transmitir imagens com conteúdo sexual envolvendo crianças e adolescentes.

A Corregedoria da Secretaria da Justiça e da Cidadania do estado também acompanhou uma das buscas, por causa do “possível envolvimento” de um servidor do sistema penitenciário.

Até a última atualização da corporação, cinco suspeitos foram presos em flagrante por terem sido encontrados arquivos contendo pornografia infantil em seus computadores no momento das buscas. “Outras prisões podem ocorrer ao longo do dia”, informou a PF.

Os detidos devem responder à Justiça por crimes de produção, reprodução, registro, oferta, troca, publicação e transmissão de imagens e vídeos pornográficos envolvendo crianças e adolescentes. A pena para esses crimes varia de 3 a 8 anos de prisão.

Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão em cinco cidades do RN (Foto: PF/Divulgação)