Deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade) (Foto: Eduardo Maia)

O deputado Kelps Lima (Solidariedade) repercutiu nessa quarta-feira (16), na Assembleia Legislativa, a exoneração pelo Executivo Estadual do comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte, tenente-coronel Monteiro. O parlamentar questionou os motivos que causaram o afastamento do agente do cargo e manifestou repúdio ao ato governamental.

“Esse episódio envergonha o povo potiguar, ao mesmo tempo em que nos faz sentir orgulho do tenente-coronel Monteiro. O governador do RN pediu para que o servidor cometesse uma ilegalidade e o penalizou por ter sido contrariado”, declarou Kelps.

Na ocasião, o deputado disse que a atitude do governador Robinson Faria (PSD) reflete o uso da administração pública para fins eleitorais, mas que a postura do tenente-coronel Monteiro serve como marco. “Esse ato espelha o loteamento de cargos do governo para a campanha política. A máquina pública não pertence aos agentes públicos transitórios”, defendeu ele, prestando solidariedade ao agente de segurança.

Em aparte, os deputados Hermano Morais (MDB) e Ricardo Motta (PSB) também lamentarem a exoneração do comandante e enalteceram a postura do agente. “O tenente-coronel Monteiro honra e dignifica a farda que usa”, falou Ricardo Motta.